terça-feira, 31 de maio de 2016

Processamento de Dados

Processamento de Dados

A expressão “Processamento de dados” vem da execução de processos sobre o dado original, para transformá-lo em uma informação.
Dado é a unidade bruta, sem complemento ou descrição, mas de sentido único de uma informação; por exemplo:
42. O que podemos afirmar, sem medo de errar sobre este dado, é que ele é uma numero, somente isso.
Informação é o complemento de um dado, de maneira que dê sentido, orientação, unidade ou descrição sobre o dado: exemplo: 42 anos, 42 unidade de parafusos, 42 pessoas, 42 dias.
Banco de dados é o conjunto de informações inerentes e correlatas a um mesmo indivíduo ou entidades, de uma mesma categoria ou classe. Por exemplo, seu RG, é uma informação que advém de um banco de dados de pessoas cadastradas, em que contam seu nome, data de nascimento, numero de registro geral, data do registro, órgão expedidor, cidade natal, filiação e dados do estado que você nasceu.
Em banco de dados informatizados, podemos pesquisar os registros e relaciona-los a informações, montando relatórios e analisando dados de maneira linear, indexada ou cruzada. Os cadastros de clientes, fornecedores, compradores, lista de produtos e preços etc... são bancos de dados encontrados na empresas e utilizados para preenchimento de documentos e como contratos, notas fiscais e pedidos.

Processamento de dados da Google

Classificação de sistema

Os sistemas classificam-se, primeiramente em relação em sua origem, como naturais e ciberneticos:
Naturais: de origem biológica ou de natureza humana, como por exemplo, os sistemas viários de uma cidade, uma rede supermercado, entre outros:

Cibernéticos: Formado por componentes eletromecânicos, eletrônicos, como um aparelho de tv, um automóvel
com injeção eletrônica, um computador, um software, etc.
E estes, dependendo de sua capacidade e/ou possibilidade de atualização ou adaptação, classificam-se em abertos e fechados:
Abertos: Os que podem ser alterados por intermédio de uma ocorrência de variável externa ao ambiente e que podem ser modificados para atualização ou modificação: como exemplo, um sistema operacional de código livre chamado Linux, em que se pode, por meio programação, realizar modificações e implementações diversas no
código principal do sistema, desde que se domine a linguagem de programação;
Fechados: Os que não podem ser alterados na forma, ou base, a não ser pelo fabricante do sistema; por exemplo, no sistema operacional Windows, somente o fabricante pode executar alterações ou implementações.

Fundamentos do uso de TI

Tecnologia da informação(TI) é uma metodologia na qual se aplicam os recursos de informática, rede
telecomunicações, automação (industrial, comercial, bancária e pessoal), sistemas integrados aos recursos produtivos empresariais.visando o aumento da produtividade, à redução de custos, à segurança e à disponibilização da informação em qualquer local e moment, por meio de computador (Fixo ou móvel) PDAS ou celular.
Existem tecnologias relativas ao planejamentos de informática, ao desenvolvimento de sistemas, ao suporte ao software, aos processos de produção e operação, ao suporte de hardware etc., além de redes q interligam os computadores, administração de banco de dados ou outras tecnologias de processamento e comunicação de informações.
Assim, definem-se sistemas de informação computadorizados como um conjunto organizado de recursos que envolvem peopleware, hardware, software, redes de computadores e telecomunicações, coleta transformação e disseminação das informações na organização e que apresentam uma ou mais das características descritas anteriormente.

0 comentários:

Postar um comentário