sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Algumas Definições de Softwares

Software Linguagem: são utilizadas para escrever programas de computadores em nível de
maquina ou de alto nível.

Compiladores: utilizados para depurar e achar erros de programação nas linguagens que
necessitam destes, compactando e criando o executável da linguagem.

Classificação do software
Podemos classificar o software da seguinte maneira:


Software de Base
São softwares que permitem a operação do computador ( dá suporte à instalação dos softwares aplicativos)
Exemplo: Sistemas operacionais (Windows XP/2003/Vista/Seven / LINUX)

Software Aplicativos
São softwares que permitem ao usuário fazer uma ou mais tarefas específicas.
Exemplo: Editores de texto, planilhas, desenho... (word, excel, coreldraw)

Software gratuito ou freeware

É qualquer programa de computador cuja utilização não implica no pagamento de licenças de uso.

Shareware É um programa de computador disponibilizado gratuitamente, porém possuem funcionalidades limitadas e/ou tempo de uso gratuito do software limitado, após o fim do qual o usuário é requisitado a pagar para acessar a funcionalidade completa ou poder continuar utilizando o programa. Um shareware está protegido por direitos autorais. Esse tipo de distribuição tem como objetivo comum divulgar o software, como os usuários podem testá-lo antes da aquisição.


O que é software livre

Software Livre, ou Free Software, conforme a definição de software livre criada pela Free Software Foundation, é o software que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem restrição. A forma usual de um software ser distribuído livremente é sendo acompanhado por uma licença de software livre, e com a disponibilização do seu código-fonte.

Software Livre garante os direitos autorais do programador ou organização.
Software em Domínio Público. É quando o autor do software renuncia à propriedade do programa (e todos os direitos associados) e este se torna bem comum.

As 4 liberdades básicas associadas ao software livre são:
1. A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito.
2. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades.
3. A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo.
4. A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie .


Software livre não necessariamente precisa ser gratuito, portanto, você pode ter pago para receber cópias de um software livre, ou você pode ter obtido cópias sem nenhum custo. Mas independente de como você obteve a sua cópia, você

0 comentários:

Postar um comentário